Oi, tem alguém aí?

Tem? Legal. Senta aqui que vou te contar uma história.

Em 23 de setembro de 2016, uma sexta-feira, comecei um projeto de “contos de terror para crianças” chamado Pequenos Horrores. A ideia seria bolar uma série que lidasse com medos simples, como medo do escuro, do monstro debaixo da cama etc. Criei os personagens, bolei o roteiro, achei o meu texto ruim e desencanei. Fim.

.

.

Tá, não foi o fim. Junto com o Um Ano Agradável, ainda gostava da ideia desse projeto. Tinha potencial.

Então pedi para a minha sensacional esposa Francine escrever um roteiro baseado nessa imagem, sem nenhum tipo de briefing adicional.

Com o roteiro da Fran (bem melhor que o meu), resolvi voltar a tentar trabalhar num esquema sem prazo: pode até demorar uns 10 anos, mas vamos que vamos. Também quero documentar o processo aqui, para ter um histórico e forçar a evolução do projetinho. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.